NOVA MODA (PRA PENSAR…)

A grande surpresa da fashionlândia na noite do Prêmio Moda Brasil, pelo que eu andei lendo nos blogs-amigos,parece ter sido o prêmio concedido ao Felipe Veloso (foto) que concorreu com os supertops Giovanni Frasson (Vogue) e Paulo Martinez (Mag!) na categoria stylist.

E o que eu achei mais engraçado foi justamente essa discordância de opiniões,vontades e reivindicações. Afinal, a reclamação geral (sobre o prêmio em sí) não foi justamente a tal falta de novos nomes (novas apostas) para as categorias à premiar ? Então, a chance já começa justamente aí,com a oportunidade de premiar um profissional que não está na moda há mais de 20 anos como os outros dois (ou pelo menos não tem tanta visibilidade como eles),que não está na redação de uma grande publicação especializada e sim,que é free-lance (como a maioria absoluta da moda), com a cara e a coragem(fashion) que Deus lhe deu. Eu mesmo,estava torcendo pelo Paulo – que eu acho simplesmente o máximo (consequentemente um dos maiores editores de moda em atividade no país) -, mas vendo por outro lado foi bacana o Felipe ter ganho. Foi praticamente um tapa com luva de pelica na cara de todo mundo que achava que o Paulo ou o Giovanni “tinham” que ganhar (e aí onde estaria a polêmica necessidade de novidades e prêmios não-óbvios ??) Pra pensar.

Outras impressões que eu tive sobre o prêmio coincidem com as meninas do blog-delícia Oficina de Estilo (principalmente a ausência de Erika Palomino para mídia web e até para jornalista,porquê não ?? e a elegância-ímpar de madame Kalil ao agradecer aos seus novos e antigos colaboradores). Por essse motivo vou linkar aqui o post superbacana que elas escreveram sobre os indicados/ganhadores. Vale muito à pena ler.

foto: reprodução

(para ler ouvindo)

5 comentários sobre “NOVA MODA (PRA PENSAR…)

  1. nossa, super concordei com esse outro lado de visão sobre o troféu pro felipe veloso, stuart. fez super sentido. mas né, bom mesmo foram a festa, os amigos, o dress-up todo, as comidinhas… =)

  2. stuart,
    acho que o problema não é premiar algo novo ou diferente e sim critérios de premiação, ter uma linha de conduta, a novidade seria a Kalil ganhar e a Costanza não, entende? tipo ganhar algo inesperado mas merecido dentro de certos padrões. A “antiguidade” deve opesar sim, o novo pelo novo é sujeira, bobagem, mas vamos pensar em outro termo: me diga um trabalho de Veloso esse ano que foi superior ao dos outros dois? Do Martinez te cito vários. Não tem nada de novo nisso, pra mim tem esquizofrenia.

  3. gente, eu acho que a coisa começou bagunçada e acabou tipo pizza…só que acho que o Felipe tbm é muito bom no que faz…pena que ele vive no RJ e não aqui,onde as coisas acontecem…agora, Vitor,querido,criterio ali não era o forte,né ? (rs)se vc lembra (bom,eu tava la in loco), o Phyotervas Fashion tbm tinha uns indicados/premiados causadores,hahahha
    ainda bem que já passou…e moda é muito maior que um noite de premios (polêmicos)
    Abç pra todos….

  4. Pingback: OFICINA DE ESTILO: MODA PRA VIDA REAL » Blog Archive » a primeira edição do prêmio moda brasil

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s