SERÁ (MESMO) O FIM DO FAST-FASHION ?

Muito tem se falado sobre o possível enfraquecimento das redes de fast-fashion. Grandes (e influentes) editoras de moda como a respeitada/temida Suzy Menkes, que escreve para o International Hertald Tribune andaram decretando o fim dessas linhas mais populares – que normalmente surgem apartir de parcerias com designers já consagrados-, ou mesmo ícones-fashion como Kate Moss fez para a TopShop,por exemplo. Com preços acessíveis,essas linhas tornam a aquisição de peças desenhadas por gente como Karl Lagerfeld ou Rei Kawakubo um sonho possível.

O vídeo acima mostra que a abertura da loja H&M no hypérrimo bairro Harajuku no Japão, contava com mais de 2 mil pessoas (que aguardavam há horas) pela oportunidade – talvez única – de adquirir uma peça criada por Kawakubo . Mostra ainda a opinião de peso de Hilary Alexander,do diário Daily Telegraph e do fotógrafo Peter Lindbergh que clicou a campanha dessa empreitada com a modelo Missy Raider, sobre o diz-que-diz mais quente do momento.

Se é verdade que o fim desse mercado está próximo, não dá para saber ao certo (sorry,editoras nem sempre acertam), o que dá para afirmar é que essas linhas conseguem trazer (mais e novos) consumidores, o que,obviamente se traduz como vendas+empregos+moda de qualidade nas ruas. .

Já no vídeo abaixo,que mostra algumas peças da coleção e o making of da campanha H&M/Comme des Garçons,o top blogueiro Scott Schuman do The Sartorialist dá sua versão sobre essa nova polêmica-fashion.

2 comentários sobre “SERÁ (MESMO) O FIM DO FAST-FASHION ?

  1. sinceramente, acho que o fast fashion é o futuro! ele pode mudar mas com certeza ele sobreviverá à crise e ao mercado de luxo, esse sim em momento drama
    agora, sem ser pentelho, mas a Kate Moss não fez a coleção pra Top Shop?

  2. Também não acredito no fim do fast-fashion. Ele pode se reorganizar, se re-inventar, aparecer de outra forma. Toda esta (re)democratização da moda incomoda a certos setores da indútria da moda, porque gente com informação adora fazer misturas hi&lo, tendo como ex. Carine Rotfield. Marc Jacobs a cada coleção lança uma série de produtos baratinhos para reforçar a marca. Acho que é por aí.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s