INCOMODA MUITA GENTE ???

O primeiro post do ano já vem devidamente acompanhado – claro – da primeira polêmica do ano.Falando de um assunto que incomoda muita gente.Mesmo.Há quem seja contra,outros são super à favor.Provavelmente vai render muito pano pra manga,aliás,desculpe a redundância mas….haja pano mesmo,pois vai precisar.

glamour girl: quem disse que não existe jeans-couture para elas ???

Assunto dos mais-mais na indústria de moda que,de tempos em tempos volta à baila,a questão do peso,em igual proporção na sua “falta” ou em seu “excesso”,a nova edição da V Magazine dá um tapa – e sem a tal luva de pelica – na cara de quem acha que só as “caveiras humanas” tem o direito de se olhar no espelho e dizer:… ” thank’s a God for that”.A nova edição da publicação vem de encontro com a estética avassaladora de mulheres e homens que mais parecem “sacos de ossos”.

sabe aquela musica do rei ? coisa bonita,coisa formosa,quem foi que disse que tem que ser magra pra ser gostosa?

Tudo bem,tudo bem,é inegável que algumas peças ficam inquestionávelmente mais bonitas em corpos,digamos,slim.Mas hoje, mais que nunca o mundo vive uma febre de obesidade.Lembro que assistí,tempos atrás um programa na tv em que uma famosa jornalista de moda (não lembro quem) declarava que as pessoas deveriam se preocupar com a obesidade no mundo e não com as modelos que vivem de dieta por conta de sua profissão.De uns tempos pra cá,de olho nesse “novo público”,algumas marcas começaram a investir em numerações até então quase inexistentes no mercado brasileiro.

beach-couture para todos: o corpinho,que cada um que cuide do seu

Hoje não é difícil encontrar numerações 46.48 e até 50 nas araras de várias grifes,aquelas mesmas em que até tempos atrás,se permitiam vestir,no máximo,clientes tamanho 42,quando muito,44.

descoberta por Isabela Blow,Sophie deu o start nos anos 90 ao biotipo superzise na moda

Contrariando essa estética,lembro que nos anos 90,tivemos Sophie Dahl,uma inglesa (bem cheinha e linda) que chegour à desfilar em várias semanas de moda e estrelou campanhas para marcas como Godiva,Versace e Gap além de protagonizar uma campanha do perfume “Opium” do mestre Yves Saint-Laurent.Tudo pelas mãos da editora Isabela Blow,que a descobriu e incentivou sua entrada no universo fashion.Bem,mas aí já é assunto para outro post,uma vez que Blow descobriu e incentivou muita gente de tanlento nesse métier.

Beyoncé style: a cantora é um ícone da estética superzise no mundo pop

Com styling luxo de um dos ícones oficiais desse blog (e blogueiro),o diretor de moda da “Vogue Hommes” Japão,Nicola Formichetti usou e abusou da sensualidade dessas meninas que assumiram,sim,seus 3 digitos (na balança) para este ensaio,originalmente publicado na edição de janeiro da revista,que promete reacender essa polêmica e já disponiblizou para quem quiser ver, um making of do ensaio que dá par ver clicando aqui.

fotos: Solve Sundsbo

(para ler ouvindo)

Anúncios

10 comentários sobre “INCOMODA MUITA GENTE ???

  1. Acho que beleza é também uma questão de saude. Dificil ser saudavel sendo extremamente magra, mas sendo obesa tb! Será que não seria possivel encontrar um “meio termo” entre 34 e 48?
    Seria essa busca dos extremos uma forma de atirar a atenção das pessoas? Ah são tantas perguntas enfim…rs

  2. Gostei do post, concordo que as modelos tinham que ser um pouco mais pesadinhas, pra gente poder olhar e enxergar como vamos ficar naquelas roupas.
    Só no final, um deslize… 3 ou mais dígitos na balança? Impossível ter mais de 3 dígitos na balança. Algum ser humano pesa mil quilos?

  3. essa estética gorda só choca porque estamos acostumados a ver modelos magros. poderia ser ao contrário. ser gordo ou obeso não é bom por questão de saúde, o mesmo para o ser magro. o importante é ser feliz, aliás muito mais importante que tamanho de roupa.

    • Falou e disse,Ivi,ta cheio de gente magrela mais doente que muito gordinho….a saude é o que de fato importa,chega de obsessão pela magreza a qq custo.
      Obrigado pela visita,
      Abç,Stuart

  4. Parabéns pelo blog, parabéns pelo post… mas não entendi uma coisa…

    Beyoncé Ícone do Plus Size?

    A Beyonce tem o peso e o corpo normal, aliás, maravilhoso… gorda é que ela não é… o que ela tem de plus é só um bumbum e coxas, porque barriga, pelanca… ZERO!… Ela tem tudo trabalhado, tudo na medida certa… sem tirar nem por…

    Parece que o no contexto da moda não conseguem ver a diferença entre não ser um saco de ossos e ser gorda… bastou ter IMC acima de “beira da morte” para virar “plus size”…

    Se você medir o IMC da Beyoncé, por exemplo… aposto que o resultado dá dentro do normal… o que tem de “plus” nisso?

    Deveria existir o padrão modelo: “less size”… o padrão normal “regular size” e o padrão gordo “plus size”…

    Bem, essa é minha opinião!

    • Joyce,obrigado pela visita e vc está certíssima,Beyonça tem um peso absolutamente normal….contudo,de uma pesdquisada e vc vera que toda gordinha (gordinho…) se identifica com ela…,sei lá por que,mas……podecrer.
      Bj e volta sempre…

  5. Quem já teve a oportunidade de ter uma gordinha Show dessas aí sabe o que é mulher. Espetáculo !!! 😀

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s